CONFIRA AS MELHORES TÉCNICAS PARA IMPERMEABILIZAÇÃO DE PISCINAS

 

 

Infiltrações e vazamentos são os pesadelos de quem trabalha com construção. Controlar o efeito da umidade em áreas que estão em contato direto com a água pode ser ainda pior. Um bom resultado exige técnica, conhecimento e aplicação dos melhores produtos. Para saber como impermeabilizar piscinas, é preciso arregaçar as mangas e entender o que o mercado tem a oferecer.

Neste artigo, traremos orientações quanto às técnicas mais eficientes no reparo de áreas molhadas, como as piscinas. Se você quer aprender como impermeabilizar piscina e áreas do tipo, continue acompanhando.

O QUE SÃO ÁREAS MOLHADAS?

Muitos não sabem, mas o serviço de impermeabilização é tão importante que existem normas específicas para garantir a segurança completa de sua execução. São elas: NBR 9574/2008, NBR 9575/2010 e NBR 15575/2013. A última norma citada determina as diretrizes para o trabalho em áreas mohadas e molháveis, separando-as conceitualmente.

Assim, as áreas molhadas são aquelas em que podem aparecer lâminas d’água durante o uso, como banheiros com chuveiro, piscinas, reservatórios, caixas d’água, áreas descobertas e áreas de serviço. Já as molháveis são as áreas que apenas recebem respingos de água, como banheiros sem chuveiro, cozinhas, lavabos e sacadas cobertas.

COMO IMPERMEABILIZAR PISCINA?

Se você chegou até aqui é porque quer evoluir no aprendizado sobre como impermeabilizar piscina. Vamos direto ao assunto.

Esse tipo de impermeabilização é feito no momento da construção por meio da aplicação de uma camada de produto impermeável sobre a argamassa de regularização na superfície. Alguns exemplos de técnicas e produtos específicos são as argamassas poliméricas e as mantas asfálticas.

Antes de impermeabilizar a piscina, é importante que toda a superfície seja regularizada conforme a NBR 7200 e que, após a cura da argamassa, todos os canos instalados sejam tampados e então seja enchida a piscina, para que a estrutura acomode com o peso da água. Essa etapa é primordial para que, caso haja algum problema na argamassa de regularização, ela seja corrigida antes da aplicação do impermeabilizante.

A impermeabilização do substrato deve ser feito de modo contínuo antes da instalação do revestimento. Nesse momento, aproveite para impermeabilizar toda a superfície, dando atenção especial em torno dos ralos e dos drenos da piscina.

Por falar no ralo, observe que ele é sempre suscetível a retrabalhos, caso os procedimentos não sejam executados do modo certo. Portanto, a impermeabilização dessa área merece muita atenção.

Vale ressaltar que todos esses sistemas impermeabilizantes se desgastarão com o passar do tempo. Não há como fugir, nada é para sempre. Para amenizar o gasto, a obra de substituição do sistema pode ser feita com a de embelezamento, quando achar necessário trocar o revestimento, ou caso ele solte ao longo do tempo.

Impermeabilização concluída? Não acaba por aí. Um bom teste de estanqueidade garantirá a qualidade do trabalho. Para tal, basta fechar todos os ralos e pontos de drenagem de água no piso, e encher a piscina com água. Após 72 horas, verifique se não houveram vazamentos.

Com o sucesso do teste comprovado, chega a vez da argamassa colante para o assentamento do revestimento. Essa aplicação vai assegurar a colagem do revestimento, que deverá ser assentado corretamente.

Todo cuidado é pouco na aplicação do rejunte, pois ele é responsável por impedir a infiltração de água entre a impermeabilização e o revestimento. Uma boa dica é consultar o fabricante antes da compra, já que os revestimentos variam quanto ao tipo de rejunte necessário e existem rejuntamentos específicos para piscinas.

O serviço precisa ser realizado por um profissional da área, capaz de obedecer as recomendações do fabricante dos produtos, tendo em vista que essas regras podem mudar de acordo com a marca comprada.

 

QUAIS SÃO OS SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO EXISTENTES?

Existem dois grandes grupos de impermeabilizantes normatizados no Brasil. Cada tipo de impermeabilizante possui sua aplicação específica, que deverá levar em conta o projeto de impermeabilização e o projeto estrutural do local. Mas você sabe quais são os dois sistemas existentes? Continue acompanhando para entender a diferença entre eles.

SISTEMA FLEXÍVEL

O sistema flexível recebe esse nome porque é capaz de acompanhar a movimentação das estruturas, dentro dos limites estipulados em projeto.

MEMBRANAS MOLDADAS NA OBRA:

  • argamassa polimérica
  • emulsão asfáltica;
  • membrana acrílica;
  • membrana de poliureia;
  • resina termoplástica;
  • membrana de poliuretano.

MANTAS PRÉ-FABRICADAS:

 

  • manta asfáltica;
  • membranas sintéticas.

O sistema flexível é indicado para locais sujeitos à movimentação e fissuração, tais como:

  • varandas;
  • terraços e coberturas;
  • reservatórios de água superior;
  • mistas ou pré-moldadas;
  • lajes maciças;
  • calhas de grandes dimensões;
  • piscinas suspensas ou enterradas e espelhos d’água;
  • lajes de cobertura e marquises;
  • pisos frios de banheiros, cozinhas e áreas de serviço.

SISTEMA RÍGIDO

 

O sistema rígido recebe esse nome porque utiliza as seguintes opções para impermeabilizar:

  • argamassa polimérica;
  • argamassa impermeável com aditivos hidrofugantes;
  • cimento cristalizante;
  • cimento modificado com polimérico e resinas epóxi.

O sistema rígido é aplicado em locais com carga estrutural estabilizada, como reservatórios de água enterrados e poços de elevador; e pequenas estruturas sem alterações e com temperatura constante, como galerias, subsolos e piscinas enterradas.

 

QUAL O MELHOR PRODUTO PARA IMPERMEABILIZAR PISCINA?

Levando-se em consideração que piscinas, enterradas ou suspensas, são estruturas sujeitas a movimentação ao longo do tempo, sempre é indicado utilizar impermeabilizantes flexíveis para a sua impermeabilização.

Dessa forma, o sistema de impermeabilização acompanhará a estrutura, sem que haja qualquer tipo de vazamento.

IMPERMEABILIZAR SOMENTE DO LADO DE DENTRO?

Quando pensamos em impermeabilização de piscinas, logo imaginamos em evitar com que a água vaze para fora. Sem dúvida que esse é o principal objetivo, mas não o único.

No caso de piscinas enterradas, também precisamos pensar na impermeabilização do lado de fora da piscina. Mas como assim?

A ideia em impermeabilização é sempre a proteção das estruturas então, nesse caso, precisamos pensar tanto em protegê-la pelo lado de dentro, quanto pelo lado de fora.

Essa proteção pelo lado de fora garantirá com que a estrutura da piscina não seja afetada pela umidade vinda da terra encostada. Com isso, iremos proteger por completo a piscina e evitar com que ela venha a ter manifestações patológicas em decorrência dessa infiltração.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA IMPERMEABILIZAÇÃO?

Impermeabilizar de modo correto e profissional é o melhor caminho para quem deseja garantir a segurança da construção em áreas expostas a qualquer grau de umidade. Separamos as principais vantagens da impermeabilização. Confira!

EVITA PROBLEMAS FUTUROS

Um serviço completo de impermeabilização, respeitando as aplicações e tempos de secagem, bem como aplicando produtos de qualidade atestada, evita que a umidade e o vazamento de água apareçam no futuro. Quem negligencia essas etapas poderá ver seu trabalho ser comprometido seriamente quanto à estabilidade estrutural.

GARANTE ECONOMIA

Pode até parecer que dispensar as fases de impermeabilização sairá mais barato, ou mesmo utilizando um impermeabilizante rígido. No entanto, no final das contas, quando os problemas surgirem, a conta sairá muito mais cara do que o esperado. Impermeabilizar a estrutura, da forma correta, é uma medida preventiva que deve ser levada a sério antes que os problemas apareçam. Esse viés de pensamento impedirá transtornos e intervenções na obra que custarão muito mais dinheiro e retrabalho.

AUMENTA A DURABILIDADE

A durabilidade da construção também está em questão. Uma boa impermeabilização assegura a maior durabilidade da obra, preservando sua estética e tornando-a mais segura. Nem é preciso comentar que a reputação do responsável pelo trabalho será mantida, trazendo boas consequências.

Com produtos de qualidade agregados à técnica correta, o serviço de impermeabilização terá tudo para funcionar com extrema qualidade.

Agora que você viu como impermeabilizar piscina de modo profissional, entre em contato conosco e conheça as melhores soluções para o seu trabalho.

Abri WhatsApp
Posso Ajudar ?
Olá
Clique no BOTÃO abaixo para falar com um atendente pelo WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: